Publicidade

domingo, 6 de janeiro de 2013 Everton | 09:43

Direito de sonhar

Compartilhe: Twitter

Bill Kenwright, proprietário do Everton: estimulando a criatividade de Moyes há 11 anos

A FA Cup começa para o Everton amanhã, na visita ao Cheltenham, da quarta divisão. O torneio pode representar a última oportunidade para David Moyes conquistar um título no clube, uma vez que seu contrato expira no fim desta temporada, e a renovação estaria condicionada à permanência de jogadores-chave como Baines e Fellaini.

A ponto de completar 11 anos em Goodison Park, Moyes faz trabalho extraordinário não apenas pela estabilidade, mas também pela determinação em competir num cenário desfavorável. Mesmo com o atual abismo financeiro entre os Toffees e pelo menos seis clubes ingleses, ele construiu o melhor time de sua gestão. Desde janeiro de 2012, mês das contratações de Jelavic, Pienaar e Gibson, o Everton se equipara a qualquer adversário em qualquer estádio.

Moyes tem a plataforma pronta para a segunda metade da temporada. O primeiro sorteio da FA Cup foi camarada, e o quinto lugar no campeonato permite lutar efetivamente por vaga na Champions League. Se repetir os resultados das últimas 17 rodadas de 2011-12, o Everton chegará a 67 pontos, dois a menos do que o quarto lugar da temporada passada.

No entanto, para cumprir as metas de 2013, o Everton depende demais da disponibilidade dos titulares, pois as peças de reposição estão simplesmente muito abaixo. As melhores atuações da temporada vieram quando Moyes escalou um 4-4-1-1 fluido, com intenso apoio dos laterais (Coleman e Baines) e liberdade a Pienaar e Mirallas, sem posição fixa quando o Everton tinha a bola e derivando para o centro do campo para criar jogadas.

Mirallas é caso à parte. O belga é capaz de destruir defesas, mas não se mantém saudável. Com data indefinida para o retorno, foi titular em apenas nove partidas de Premier League. Steven Naismith, alternativa imediata a ele e Pienaar, não compromete, mas também não oferece os mesmos dribles que desmontam sistemas defensivos e criam chances para Jelavic, especialista em marcar gols com apenas um toque na bola.

Aliás, o centroavante croata é constantemente cobrado por Moyes, que elogiou a ótima assistência dele a Anichebe, contra o Newcastle, mas fez questão de questionar: “cadê os gols?”. Jelavic, que marcou 11 em 16 jogos (média de 0,69) por todas as competições na temporada passada, caiu para seis em 21 partidas (média de 0,28) em 2012-13. Fellaini tem sido mais prolífico do que ele.

Em janeiro, as prioridades devem ser a manutenção das estrelas e a contratação de um zagueiro que evite a entrada de Heitinga na ausência de Distin ou Jagielka. Se o mercado, o departamento médico e a fase de Jelavic ajudarem, o Everton pode ter um semestre inesquecível. Em condições normais, os automatismos de um time que mantém a estrutura há muito tempo e as boas atuações de Baines, Osman e Fellaini estão garantidos.

Autor: Tags: , , , , , , ,

4 comentários | Comentar

  1. 24 bel 08/01/2013 19:42

    Essa é a mais recente pérola da IFFHS:
    Entre as 10 ligas mais fortes do mundo,a do brasil é a 2ª e a EPL a 5ª.
    Pra quem duvida segue o link:
    http://br.esporteinterativo.yahoo.com/fotos/as-10-ligas-mais-fortes-do-mundo-slideshow/
    Detalhe: a EPL ficou atrás da Serie A e da Bundesliga. Ficar atrás da liga alemã ainda vá lá,mas atrás da Serie A eu não concordo não!

    Responder
    • bel 09/01/2013 19:33

      Eu também acho a FIFA ridícula.
      Por exemplo,O Rooney na temporada 2010-2011 jogou muito e pra mim mesmo com a lesão e com a copa do mundo horrorosa que a Inglaterra teve,poderia muito bem estar entre os três melhores daquela temporada. Não me lembro bem quem a FIFA colocou junto com Messi e CR7 (acho que foi o Xavi) mas dava pra ter sido o Rooney.

    • Claudio Roberto 09/01/2013 15:56

      temporada dele no ARSENAL!!!

    • Claudio Roberto 09/01/2013 15:53

      Luiz, vc tem razao, o Van Persie eu nem quis falar muito, porque agora ele no United, iriam achar que eu estava de “clubismo”, mas a temporada dele no United foi fantastica, no Gol Cech ou Neuer estaria de bom tamanho, porem o Casillas levantou o trofeu europeu, nao podemos esquecer disso, e isso conta mto ponto.
      A maioria dos espanhois escolhidos é devido a EURO, pode ter certeza!!!

    • Luiz Souza 09/01/2013 9:49

      Rapaiz há algumas coisas que são babação de ovo demais para a Espanha e a La Liga que tem dois times com 80% do faturamento da liga, enquanto o resto fica com as migalhas.

      Basta ver Real Madrid x Real Sociedad no ultimo domingo, nem patrocínio master de camisa a Real Sociedade possui, até a Ponte Preta aqui tem !!
      Os país está numa crise brava de tal forma que nem os jogos do Real a ocupação do Bernabeu é completa !.

      Sobre o time do Ano: Achei que houve algumas escolhas sem noção:

      GK – Casillas, eu escolheria o Neuer tranquilo !
      Zagueiros: Nem Ramos e nem Piqué, cujo nem a temporada jogou quase, por estar lesionado fazendo o Barça jogar no 3-4-3 até com Mascherano e Song na zaga.

      Escolheria Vincent Kompany e Chielinni.
      Kompany pela temporada primorosa no City e Chielini tbm, com o Vice da Euro e camepão invicto com a Juventus.

      Volante: Xabi Alonso, eu escolheria o Pirlo com 2 pés nas costas, carregou a Juve tanto no título do Italiano invicto e chegou em extrema forma física na Euro e conduziu a Azzurra até a final com passes e lançamentos de 1º categoria.

      Ataque não tinha muita coisa para mudar, não, apenas ficaria na dúvida entre Falcão Garcia que carrega o Atlético de Madrid ou Van Persie que carregou o Arsenal e depois se tornou o jogador decisivo do United !.

    • Claudio Roberto 08/01/2013 22:26

      Faltou falar que a tal IFFHS é ridicula, se baseia do nada, um dia escolhem Ferguson como melhor tecnico do mundo, 2 meses depois escolhem mourinho ou guardiola como melhor por ter ganho isso ou aquilo, ou seja incoerencia total….

    • Claudio Roberto 08/01/2013 22:22

      É Bel, hoje em dia o mundo globalizado…cada um monta um site e fala o que quiser, a gente tem que absorver aquilo que acreditamos.

      Exemplo, eu nao assisto o que o NETO e Renata Fan falam, depois de ver e ouvir as inumeras bobagem, eu naovejo mais, procuro ler e assistir, gente coerente, o que ja é dificil, e nao bajulando o blogueiro isso ele faz mto bem, comenta como ninguem, comentarios excelentes de quem realmente ve jogos, ao inves de fazer comentario, por causa de um gol ou uma vitória…

      A FIFA é zuada, sobre a seleção deles eu só discordo do Marcelo, acho que o Cole jogou mais e o Drogba merecia a vaga do Falcão.
      Mas é isso ai hoje a moda é a Espanha, temos que supera los, assim como um dia a EPL ou os times ingleses quase entrou 4 times nas semi finais da UCL, o Espanhol só nao se da a esse luxo, pois 50% de todo o dinheiro é destinada a somente 2 clubes…

      Pra mim Espanha, Inglaterra e Alemanha sao o TOP europa, a Serie A italiana na minha opiniao é igual o brasileirao……

      Enfim é isso.
      Obrigado por me defender no topico passado, estou de ferias e os comentarios esse mes serao poucos, devido a viagens e passeios, mas qnd entro na net claro, nao deixo de visitar essa humilde pagina, com pessoas conceituadas no assunto, concordando da minha opiniao ou nao!!!

  2. 23 Claudio Roberto 08/01/2013 2:02

    Lescott, deve estar arrependido desde que deu piti para sair do Everton e mal ficar no Banco no City, se sujeita a propostas do QPR…..

    Responder
    • Pedro Paes 08/01/2013 15:08

      Além do que Lescott somente passou a reserva nesta temporada, pois estava lesionado. O Nastasic engoliu o ingles da testa estranha…

    • Rodrigo 08/01/2013 8:25

      Arrependido de que? Ganha muito mais no City, jogava com frequência, foi campeão inglês e da FA Cup, jogou UCL, enfim…

  3. 22 Rodrigo 07/01/2013 10:52

    Problema é que pode pegar o Sunderland fora de casa já na próxima fase. Mas se o time entrar focado nessa FA Cup, dá pra chegar longe. Título depende com quem for pra final.

    Responder
  4. 21 Palhoça 06/01/2013 23:35

    Moyes é um dos poucos técnicos da Premier que podem estufar o peito e dizer que tem um time de verdade, que mesmo que não brilhe o individualismo de seus melhores jogadores, consegue garantir bons jogos e bons resultados.

    Responder
    • Luiz Souza 07/01/2013 11:44

      Moyes faz o que o Roberto Mancini nunca teve no City.

      Padrão de jogo e explorar o máximo de todo seus jogadores.
      Conseguiu retirar de um ou outro e alguns salvaram a pátria dele: Como Yaya Toure e Kun Aguero.

      Imagino se o Ferguson tivesse o elenco que o City tem, no mínimo 15 pontos na frente do segundo colocado.

      Enfim a vida é boa para alguns né, Mancini teve em mãos a melhor Inter de Milão dos ultimos tempos.
      Teve ótimos jogadores em grande fase e Ibra para decidir e só ganhou titulos italianos.

      Por isso foi demitido, não conseguiu subir o nivel do time.

      Mais um fracasso dele em UCL ele pega o boné, isso se Guardiola não vir no final desta temporada ai ele pega o boné mesmo.

  1. ver todos os comentários
 

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

* Campos obrigatórios


 

Responder comentário


* Campos obrigatórios